Quais as principais características de um colaborador remoto de alto nível?

Se você quer um time de colaboradores remotos incrível, conheça três características essenciais que precisam ser avaliadas na hora da contratação para sua empresa!

Trabalhador remoto

Trabalhar de forma remota tornou-se o sonho de muitos profissionais, afinal, ser dono do próprio tempo, livrar-se de trânsito e ter a criatividade e produtividade valorizadas, são apenas alguns dos benefícios dessa nova forma de relação entre empresa e seus colaboradores.

Mas o que é o trabalho remoto?

Trabalhar remotamente significa executar qualquer atividade que pode ser realizada à distância, com o uso apenas da tecnologia e comunicação.

Isso quer dizer trabalhar para uma empresa direto da sua casa, de um café calmo ou até mesmo enquanto faz uma viagem, basta ter um bom acesso à internet. Parece incrível, não é mesmo?

Você já ouviu falar sobre trabalhar como freelancer ou home office? Esses são os tipos de trabalhos remotos mais conhecidos e, caso não saiba exatamente o que é, a gente explica.

Freelancer

Freelancer é um trabalhador autônomo que oferece seus serviços a uma empresa mediante pagamento combinado.

Não possui vínculos empregatícios e nem disponibiliza tempo integral para a instituição, além disso, pode atender mais de uma organização ao mesmo tempo.

Home office

Já o home office e teletrabalho são as modalidades mais populares atualmente, quando o assunto é trabalho remoto. Elas consistem em formas de trabalhar distantes de um escritório, permitindo a separação física, mas fazendo o uso de tecnologias facilitadoras da comunicação.

Ambos podem ser realizados no próprio domicílio, em telecentros compartilhados, trabalho nômade ou colaborativo.

E, ainda entre essas modalidades de trabalhos remotos, podemos destacar principalmente as áreas de marketing digital, design gráfico e desenvolvimento para web, pois profissões que utilizam a tecnologia e criatividade são as que mais contemplam atualmente essa forma de trabalho.

Apesar das vantagens, é importante ressaltar que nem todas as pessoas são aptas para esse tipo de inovação nas empresas. Possuir responsabilidade, compromisso e fazer a gestão dos seus próprios resultados são os primeiros passos para ser um bom profissional remoto.

Além disso, existem três características essenciais que formam o perfil ideal de quem pretende trabalhar fora do escritório. Separamos algumas qualidades que o profissional deve possuir para desempenhar suas funções de maneira excepcional. Confira!

1.  Independência

Algumas pessoas simplesmente não conseguem desenvolver e produzir o seu ofício sem o auxílio de um time, ou seja, sentem necessidade de trabalhar com uma equipe ao seu lado.

Um colaborador que não consegue desenvolver o trabalho com autonomia terá dificuldade em manter a criatividade e produtividade no trabalho remoto. Isso não significa algo ruim, apenas que o home office talvez não seja o melhor para esse indivíduo.

Então, a primeira característica importante do colaborador remoto é possuir traços de independência, pois irá trabalhar, provavelmente, da sua casa. Ou seja, o resultado da produção fica totalmente por sua responsabilidade.

2.  Concentração

Por mais que essa pareça ser uma característica óbvia, manter o foco é difícil quando há diversas possibilidades de distrações, principalmente na própria casa.

Alguns problemas domésticos podem atrapalhar, assim como a família, vizinhos, animais de estimação, local desconfortável para trabalho.

Enfim, existem inúmeros motivos que acarretam na perda de foco em determinados ambientes.

Lembre-se que esses não são motivos para a exclusão de um funcionário, mas aspectos que podem conter peso, por exemplo, na hora de escolher um novo integrante para a equipe da sua empresa.

Porém, se o colaborador tem foco no seu trabalho e grande capacidade de concentração, não importa onde esteja, será capaz de produzir satisfatoriamente à vontade.

3.  Disciplina

Perceba se os colaboradores são organizados e, se a resposta for “sim”, a chance dele cumprir as suas obrigações com comprometimento, objetividade e prazos, é muito grande.

Mesmo com a influência de diversos fatores que podem atrapalhar a concentração, um colaborador disciplinado é capaz de fazer o seu trabalho apesar de todos os fatores externos de distrações.

Isso porque ele é autônomo o suficiente para estabelecer seu próprios horários e metas através de uma rotina organizada.

A autodisciplina é uma característica muito importante para que não caia na procrastinação e afete os resultados tanto pessoais, quanto da empresa.

E então, conseguiu definir bem quais são as melhores características para observar na hora de contratar um colaborador remoto?

Avalie as necessidades da sua empresa e considere a gestão através de equipe remota, analisando quais setores são capazes de melhorar a atuação através desse tipo de trabalho.

Acompanhe o melhor conteúdo sobre
gestão de Recursos Humanos!

Deixe seu e-mail e receba conteúdo para aumentar o seu desempenho na gestão de pessoas!

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário