Como adotar uma Gestão Estratégica de Pessoas na sua empresa

Proporcionar aos colaboradores aquilo que procuram no mercado de trabalho é uma característica básica das empresas que querem se manter competitivas. Por isso, se você ainda não adotou uma Gestão Estratégica de Pessoas em sua corporação, o momento é este.

Gestão estratégica pessoas empresa

A gestão estratégica de pessoas transformou a ideia de que o único caminho para obter resultados grandiosos era a maneira ortodoxa (clássica) de gerir uma empresa.

Isto é, a disciplina mudou aquela mentalidade empresarial de que todas as pessoas que compõem uma empresa são substituíveis e que não importa quem faz o trabalho, desde que seja feito e gere lucro para o negócio.

A gestão estratégica mostrou ao antigo modo de gerir empresas, principalmente para o ativo humano, que as coisas não são bem assim e que, na verdade, uma gestão de pessoas bem feita eleva significativamente a produtividade e os resultados positivos de uma empresa.

Além disso, mudar a forma de gerir as pessoas de uma empresa virou sinônimo de sobrevivência no mercado.

Por dois motivos:

1.  A geração atual de colaboradores não tem interesse em contribuir para uma organização que não os valoriza;

2.  A reputação da empresa também está em jogo.

Por isso, para gerir seus colaboradores de maneira estratégica, é necessário colocar esses interesses, dos colaboradores, em jogo, alinhando-os aos objetivos da organização.

Isso porque as pessoas tendem a trabalhar melhor e a continuar em uma empresa quando sentem que o que fazem é significativo e que seus esforços estão sendo valorizados.

Se seus colaboradores estão se sentindo assim, valorizados, continue o trabalho, pois você está realizando um bom trabalho de gestão. Caso sua equipe não esteja se sentindo pertencente, repense seu modo de gerir e conheça o que é a gestão estratégica de pessoas, na prática, com as nossas dicas.

Para ajudar no processo, que tal conhecer os 5 pilares da gestão estratégica de pessoas e adotá-los em sua empresa? Vamos lá!

1. Motive seus colaboradores

Não é por acaso que este é o primeiro pilar da gestão estratégica de pessoas: motivar quem está, diariamente, trabalhando para o bem do seu empreendimento deve ser uma das suas prioridades de gestão, sem contar que este é um bem que tem efeito bumerangue, ok? Lembre-se disso.

Entender o que motiva seus colaboradores é o primeiro passo para introduzir a pauta. Assim, fica mais fácil saber como motivá-los. Outra dica é investir em dinâmicas de grupo, para motivar e entrosar o pessoal, bem como investir em programas de incentivo.

2. Estabeleça uma comunicação sem ruídos

Sem comunicação não há entendimento. Por isso, é imprescindível estabelecer uma comunicação clara, objetiva e frequente com sua equipe. Apenas dessa maneira, você elimina os mal-entendidos oriundos de uma comunicação confusa, passando a criar uma comunicação bilateral e uma relação de confiança com os colaboradores.

Dessa forma, comunicar metas, objetivos, corrigir erros e alinhar ações institucionais torna-se uma tarefa mais fácil.

Para esse tópico é importante salientar o papel do líder de cada equipe, para que a comunicação seja mais acessível e suas recomendações seguidas. Certo?

3.  Estimule o trabalho em equipe

Para que o estímulo do trabalho em equipe seja feito adequadamente, é importante que cada colaborador entenda seu papel na dimensão global da empresa. Isto é, que compreenda que execução adequada do seu trabalho afeta o trabalho do outro.

É preciso esclarecer que as funções desempenhadas por cada membro da equipe correlacionam-se em uma espécie de cadeia, e que é necessário trabalhar em equipe para que os objetivos sejam cumpridos.

Fazer com que os membros do grupo tenham consciência da importância de seu trabalho é uma estratégia eficiente, assim como fazer com que a equipe se conheça e respeite o trabalho alheio

4.  Faça a gestão de competências

Saber, exatamente, onde cada perfil se encaixa e se desenvolve com mais facilidade é uma maneira de gerir estrategicamente sua equipe e aumentar a produtividade do seu negócio.

Para isso, é necessário observá-los, fazer pesquisas de clima organizacional e avaliação de desempenho. Dessa forma, você saberá qual colaborador é mais qualificado e competente para cada cargo em sua empresa.

Estar realizando a função correta dentro de uma organização também faz com que o colaborador se sinta mais contemplado e motivado, pois o que realiza é útil e realmente traz retorno - tanto para a empresa quanto para seus objetivos profissionais e pessoais.

5.  Invista em seu capital humano

Para ter colaboradores motivados, comunicativos e altamente produtivos é preciso investir em seu capital humano, pois são eles que fazem sua empresa acontecer e, se estiverem desatualizados, podem comprometer o desenvolvimento do seu negócio como um todo.

Para mantê-los informados, capacitados e com o conhecimento necessário para cumprir suas funções dentro da organização, desenvolva seus potenciais, oferecendo treinamentos, palestras, workshops e cursos.

Além disso, você mantém sua equipe satisfeita com os objetivos profissionais e pessoais sendo cumpridos. Lembra do efeito bumerangue? Ele está em todo o processo de planejamento de gestão estratégica de pessoas.

Agora que você entendeu como as empresas podem adotar uma gestão estratégica de pessoas, que tal aplicá-la na sua? Lembre-se de compartilhar com a gente sua experiência, ok?

Sua planilha foi enviada para
seu e-mail.

Caso não receba, lembre-se de conferir o SPAM ou Lixo eletrônico.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário