5 Razões para investir em Treinamento e Desenvolvimento da equipe

Mesmo com toda a tecnologia e todas as inovações dela advinda, as maiores riquezas de uma empresa são as pessoas. Por isso, é imprescindível investir em treinamento e desenvolvimento.

Treinamento desenvolvimento equipe

Toda organização deve ter metas, planejamento estratégico, controle administrativo, além de outras funções necessárias para alcançar bons resultados. Mas a verdade é que sem colaboradores nada disso será suficiente.

Por esse motivo, é importante lembrar que o maior capital da sua organização é o humano.

Muito se fala em reter ótimos colaboradores, manter as equipes produtivas e engajadas, porém, algumas organizações esquecem que, para isso, é essencial ter um programa de treinamento e desenvolvimento de pessoas.

Sem ele, seu grupo raramente será exemplo de eficiência, talento e alta performance.

O que é Treinamento e Desenvolvimento

O treinamento e o desenvolvimento são maneiras para estimular e motivar os funcionários, para que tenham mais conhecimento e um pensamento estratégico, além de garantir a competição saudável, conquistando talentos para um plano de carreira na organização.

Tanto o treinamento quanto o desenvolvimento são processos aplicados para melhorias na qualidade do trabalho do colaborador. No entanto, são ferramentas diferentes.

Diferença entre Treinamento e Desenvolvimento

O treinamento é um processo normalmente de curto e médio prazo, que visa ensinar e/ou aprimorar os conhecimentos dos funcionários para um objetivo pré-estabelecido.

Ou seja, é uma ferramenta utilizada quando a equipe - ou apenas um de seus membros - percebe a necessidade de aprender algo específico.

É utilizado, por exemplo, com a finalidade de ensinar a cultura e a política da empresa. Normalmente, é realizado assim que o funcionário inicia o trabalho, na organização.

Mas pode ser feito para cumprir qualquer outro objetivo de ensinamento necessário para aumentar o desempenho.

Já o desenvolvimento é caracterizado por ser um processo de médio e longo prazo, que busca melhorias nas habilidades adquiridas no treinamento ou ao longo da carreira, aumentando a produtividade.

Ele visa, assim, o aproveitamento de todo o potencial do colaborador.

Apesar de diferentes, as duas ferramentas andam juntas e se completam, formando uma só. Quando bem aplicadas, aumentam a motivação e inspiração dos colaboradores, fazendo com que se tornem verdadeiros talentos.

A importância dessa ferramenta para as empresas

Como já falamos, o sucesso das empresas são os resultados, gerados por pessoas. Se os seus colaboradores não forem bem treinados, terão dificuldades com os processos diários, podendo levar a resultados de baixa produtividade, alto índice de turnover - saída de funcionários - e, infelizmente, até no fracasso da organização.

Por essa razão, é imprescindível investir em treinamento e desenvolvimento, pois isso preparará a equipe para, não só atender melhor às expectativas da empresa, como também dos clientes. São ferramentas que engajam os colaboradores e formam um clima agradável.

Produtividade e lucratividade vêm, antes de qualquer coisa, do esforço e da capacidade dos funcionários. Ou seja, vai depender diretamente do quão qualificados eles estão e, mais ainda, do quanto entendem da cultura e princípios da empresa.

Principais Vantagens do Treinamento e Desenvolvimento

Vantagens treinamento e desenvolvimento

1.  Equipe mais produtiva

Produtividade tem a ver com qualificação e conhecimento, não somente em relação às tarefas, mas, também, em relação à cultura da organização.

2.  Alta performance no desenvolvimento diário

Com uma equipe melhor qualificada, as tarefas, mesmo as que aparecem inesperadamente, poderão ser realizadas com mais eficiência e eficácia, otimizando os processos internos.

3.  Funcionários motivados

Não possuir o domínio e a habilidade necessários para executar tarefas é altamente desmotivador. Colaboradores desqualificados, normalmente, são também desanimados.

4.  Retenção de talentos

O colaborador que percebe seu trabalho fluindo, suas metas sendo alcançadas e seu potencial sendo valorizado, sentirá que está muito mais confortável na empresa. Desse modo, sua organização sofre menos riscos de perder os talentos que trabalham nela.

5.  Competitividade saudável

Uma política de desenvolvimento profissional dos colaboradores gera uma competição interna saudável. Ao mostrar que todos podem se capacitar e crescer dentro da empresa, certamente, haverá motivação para cada um buscar especializações e ser um profissional melhor.

Dicas de como treinar e desenvolver seus funcionários

Há diversas maneiras de treinar e desenvolver o capital humano da sua empresa, e isso dependerá de cada organização. Mas separamos algumas dicas que serão úteis:

1.  Faça a avaliação de desempenho para saber como está a performance do seu grupo e quando, como e em qual área o treinamento é prioridade.

2.  Realize ou dê a oportunidade para que seus funcionários possam ir a palestras e eventos da sua área.

3.  Estimule o estudo superior ou cursos livres e, se possível, ajude com parte dos custos ou faça parcerias para conseguir descontos.

4.  Elabore um plano de carreira na sua organização para que seus funcionários sintam que podem evoluir.

5.  Utilize um sistema inteligente para facilitar os processos dos seus colaboradores, otimizando o tempo, para que possam se especializar nas tarefas, sem perder o dia fazendo planilhas ou anotando em cadernos informações que podem estar no sistema.

Dica extra: Facilite o treinamento e desenvolvimento com a gamificação, uma estratégia que utiliza os elementos lúdicos e competitivos dos jogos para gerar aprendizado. Isso irá inspirar seus colaboradores a se aperfeiçoarem!

Acompanhe o melhor conteúdo sobre
gestão de Recursos Humanos!

Deixe seu e-mail e receba conteúdo para aumentar o seu desempenho na gestão de pessoas!

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário