RH 2020: investindo na experiência do colaborador

Conheça a melhor forma de levar em consideração a experiência do colaborador e entenda o porquê disso ser decisivo para alcançar o sucesso em 2020.

Investir experiência colaborador

O dia a dia empresarial pode ser estressante e, infelizmente, a gestão quadrada de muitas organizações não contribui nada para mudar isso - e esse pode ser um ciclo contínuo e desmotivador, que adoece o colaborador e, também, a reputação da empresa.

Portanto, para quebrar esse ciclo negativo, é necessário pensar na experiência do colaborador e na sua importância dentro da organização, pois, de forma resumida, a relação colaborador-empresa depende um do outro para existir.

Dessa forma, somente será possível adentrar na nova década com sucesso se os setores de RH e de gestão de pessoas trabalharem em conjunto para priorizar a experiência do colaborador dentro das instituições.

Como priorizar a experiência do colaborador?

A notícia boa, portanto, é que é possível transformar o cenário descrito transformando o dia a dia do colaborador em sua empresa: dando atenção especial às suas experiências dentro da organização e potencializando sua performance, através de alternativas motivadoras.

Além disso, essa mudança de foco é positiva, também, para a empresa, pois priorizar a experiência do colaborador tem efeito dominó: quanto mais o funcionário se sente acolhido, motivado e valorizado, mais produtivo ele é.

Por isso, para melhorar a experiência de seus colaboradores em sua empresa, um dos possíveis meios é investindo em estratégias de gamificação.

O que é gamificação?

Resumidamente, essa é uma estratégia que utiliza a filosofia dos jogos em contextos de não jogos. Nesse caso, dentro do ambiente empresarial.

O objetivo da gamificação é trazer para o cotidiano da empresa a dinâmica saudável dos jogos: competitividade, superação, objetivos alcançados e recompensa.

A lógica é simples: os colaboradores saberão que seus esforços diários resultarão em uma premiação e, por isso, produzirão mais. Além, é claro, da movimentação que a gamificação trará para os dias da sua empresa.

Pode ter certeza, vai ser difícil encontrar alguém desanimado pelos corredores da sua empresa. Afinal, você também não concorda que essa experiência é mais estimulante do que apenas contar os dias para chegar o quinto dia útil do mês?

Benefícios criativos para funcionários

Para te ajudar a priorizar e moldar a experiência dos colaboradores em sua empresa, conheça três benefícios distintos que podem servir como recompensa e estímulo aos seus funcionários.

1.  Ofereça bolsas de estudo

Que tal investir nas capacidades e habilidades do funcionário destaque?

Além de mostrar ao colaborador que seu aprendizado e desenvolvimento profissional importa e é valorizado, o incentivo ainda trará frutos para a organização.

Não somente tendo a motivação como resultado, mas, também, o conhecimento adquirido pelo funcionário e aplicado posteriormente na empresa.

Financie bolsas de estudo, ou seja, capacitações na área de atuação do funcionário ou, ainda, arque com os custos de um curso de idioma, por exemplo.

2.  Monte um espaço seguro para os filhos de seus colaboradores

Um benefício criativo - e difícil de encontrar em qualquer empresa por aí - é disponibilizar um ambiente seguro para acolher os filhos de seus colaboradores enquanto trabalham.

Imagina que alívio saber que seus filhos estão sendo bem cuidados e perto de você?

É claro que a creche beneficiará apenas os colaboradores que são pais, mas, ainda assim, pode ser um diferencial e tanto para a sua organização. Especialmente para as suas colaboradoras que se tornaram mães há pouco tempo e que acabaram de voltar da licença-maternidade. Pense nisso.

3.  Organize oficinas de educação financeira

Por último, imagina que legal oferecer oficinas sobre educação financeira em sua empresa? Que colaborador não irá adorar aprender a se organizar, reservar e, até mesmo, fazer seu dinheiro render?

Se no momento você não consegue realizá-las em sua empresa, uma boa saída é oferecer a opção como recompensa para os funcionários que atingiram as metas propostas pela gamificação.

Além disso, saiba que todos os benefícios que são em sua essência um incentivo ao aprendizado destacam-se, visto que é difícil encontrar um funcionário que não quer crescer como profissional e, também, como pessoa.

Uma organização que é apática a isso, estaciona seus colaboradores no tempo e, igualmente, seu negócio. Aliás, a linha é tênue entre o engajamento do seu funcionário e as oportunidades de aprendizagem que a ele são oferecidas. Vale muito considerar.

É claro que é necessário levar em consideração, também, a realidade financeira da empresa, mas quem sabe você não consegue adaptar em sua organização as ideias mencionadas? Ou, ainda, pensar em outras formas de priorizar a experiência do seu colaborador?

O importante é não esquecer que ao investir na experiência e aprendizado do colaborador, você estará investindo automaticamente em seu negócio.

Acompanhe o melhor conteúdo sobre
gestão de Recursos Humanos!

Deixe seu e-mail e receba conteúdo para aumentar o seu desempenho na gestão de pessoas!

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário