Gamificação: como essa estratégia pode motivar a sua equipe

Saiba como a gamificação pode impulsionar os colaboradores da sua empresa a realizarem as metas e estarem ainda mais motivados.

gamificação: o que é e conceito

Nem sempre é fácil motivar uma equipe na rotina de trabalho. Mesmo em empresas com anos de estrada, é comum que seja um desafio manter seus colaboradores motivados, engajados e determinados no dia a dia.

Para mudar isso, empreendedores, gerentes e gestores de RH têm utilizado elementos de jogos como forma de motivação e até diversão para o grupo.

Isto é, já são vários os exemplos de gamificação em empresas para motivação de colaboradores.

Porém, é preciso que fique claro, desde já, que a gamificação não é uma gincana ou competição para os funcionários de uma empresa, mas sim um recurso com base na psicologia dos jogos, para estimular a equipe.

O que é gamificação

A gamificação, ou gamification no inglês, é o uso de elementos de jogos em contextos de não jogos. Mas, o que isso significa?

Sabemos que a experiência em um jogo é diferente de qualquer experiência que geralmente temos no plano da realidade.

No jogo, além de todos os elementos lúdicos e de diversão, o jogador recebe um feedback imediato a cada etapa realizada, com pontuação, ranking, troféus e etc. O que pode fazer com que ele se sinta muito mais envolvido do que simplesmente realizando alguma tarefa do dia a dia.

As recompensas ao longo da jornada, o feedback imediato - seja positivo ou negativo - e a presença de novos desafios são características que geram a vontade no jogador de continuar avançando.

Basta pensarmos em como muitos jovens ficam "presos", horas e horas a um jogo, para percebermos como os jogos possuem esses elementos altamente engajadores.

Pensando assim, já que as pessoas se envolvem tanto com essa atividade, por que não utilizar desses artifícios para fazer com que os colaboradores realizem tarefas importantes de forma mais motivada e atrativa?

Não há motivos para não! E é exatamente isso que chamamos de gamificação.

Ou seja, esse é um método de integrar a mecânica dos jogos em outras interações humanas. E já se tem exemplos de gamificação na educação, no marketing, em eventos sociais e no trabalho.

Como funciona a gamificação nas empresas

gamificação: conceito e definição

  1. Criar um desafio: esse desafio deve ser sempre pensado de acordo com cada equipe ou colaborador de uma empresa. Para isso, é importante conhecer cada membro e entender em que área você quer motivá-lo. Pois a partir desses desafios, o colaborador consegue visualizar exatamente o que a empresa espera dele e o que ele pode fazer para melhorar.
  2. Coletar dados das ações dos usuários: em seguida, é preciso um sistema de avaliação de desempenho que colete os dados das ações do usuário dentro da empresa, com base no desafio dele, é claro. Você não irá monitorar o seu funcionário, mas sim analisar apenas o que foi proposto no desafio;
  3. Devolver um feedback imediato: é necessário que o colaborador tenha acesso, a qualquer hora, ao seu desempenho e em como ele está evoluindo no desafio;
  4. Dar recompensas ao usuário: assim que esse colaborador cumpre um desafio, é preciso que ele receba uma recompensa por isso, o que pode ser uma pontuação que dê alguma vantagem ou um sinal de aprendizagem e superação;
  5. Criar um novo desafio: o usuário precisa sempre de novos desafios e motivos para seguir engajado com o processo.

Gamificação para motivar a equipe

É exatamente esse um dos objetivos da gamificação: motivar a equipe. Por exemplo, você está com um time muito bom, que gosta, porém eles não estão sendo proativos, costumam fazer apenas o que lhes é pedido.

Agora, imagine, se de repente eles ganhassem pontos por cada iniciativa tomada, formando um ranking onde todos pudessem acompanhar suas colocações e, posteriormente, trocar esses pontos por algo significativo para cada um.

Cada membro da sua equipe pode ser motivado de forma diferente. Os mais competitivos podem simplesmente querer ficar em primeiro lugar no ranking, outros podem se animar pela recompensa na troca de pontos. E, provavelmente, todos irão se engajar pela diversão que isso pode gerar.

Mas, esse foi só um exemplo de gamificação bastante simples, é claro que você pode implantar um muito mais completo e adequado para a sua empresa, que tenha diferentes desafios para cada pessoa, com base no seu perfil.

Acompanhe o melhor conteúdo sobre
gestão de Recursos Humanos!

Deixe seu e-mail e receba conteúdo para aumentar o seu desempenho na gestão de pessoas!

O que você achou do post?

3 Respostas

Deixe seu comentário