Como engajar a equipe através da aprendizagem

Separamos algumas práticas de aprendizagem para o desenvolvimento do funcionário engajado. Descubra como essa metodologia funciona e entenda o impacto para o sucesso de sua empresa.

Engajar equipe aprendizagem

Você sabia que há uma relação direta entre as emoções negativas e o nível de engajamento dos funcionários? Colaboradores que sentem emoções negativas são quase dez vezes mais desengajados do que membros da equipe com emoções positivas.

De fato, emoções negativas são geralmente mais contagiosas do que as positivas, podendo partir de um único colaborador e contagiar grande parte da equipe e, ainda, a organização como um todo, atingindo clientes, potenciais consumidores e, até mesmo, novas contratações.

Para você ter uma ideia da magnitude do que estamos falando, veja, abaixo, dados que comprovam o impacto do engajamento e, também, desengajamento dos colaboradores.

O impacto de colaboradores engajados

O aumento do engajamento da equipe pela empresa de máquinas pesadas Caterpillar, resultou na economia de $ 8,8 milhões anuais, com menor índice de faltas, horas extras e problemas no ambiente organizacional da fábrica européia. Aumentaram, também, seus lucros em $ 2 milhões e o índice de satisfação dos clientes em 34%.

Não é surpresa que o relatório do The Engagement Institute revela que colaboradores desengajados custam às empresas norte-americanas mais de $ 550 bilhões, anualmente.

Ficou preocupado com o nível de engajamento da sua equipe? Temos uma dica simples para diferenciá-los. Veja:

Em essência, o profissional engajado está mais propenso a recomendar sua empresa para outras pessoas. Enquanto o funcionário desengajado não sente uma real conexão com a organização e, por isso, não comenta sobre ela.

Que tal fazer uma pesquisa de clima organizacional levando em consideração essas características? Dessa forma, será possível agir para fugir dos números negativos causados por funcionários desengajados.

Além disso, para engajar seus colaboradores, também será necessário pensar fora da caixa, já que a geração Y - os Millennials - pedem um tratamento especial.

Como assegurar o engajamento no local de trabalho para os Millennials?

Até 2025 é estimado que 75% da força de trabalho global seja de millennials. Esse número não pode ser ignorado, pois pode mudar totalmente a maneira como as atividades são realizadas em ambientes organizacionais.

Os Millennials são aqueles que nasceram entre os anos 80 e os anos 2000. Ou seja, a parcela da população que cresceu enquanto o mundo vivia uma espécie de revolução: a da internet - e, consequentemente, a da informação.

Por esse motivo, Millennials pensam e trabalham de maneira diferente. Assim, três pontos são aparentemente claros em relação às primeiras tendências resultantes da mudança organizacional necessária para acolhê-los, motivá-los e retê-los:

  • o aprendizado é um fator essencial no engajamento dos funcionários;
  • a carreira moderna é sobre uma jornada de aprendizado contínuo e não sobre ficar restrito a um conjunto de habilidades específicas;
  • há uma demanda para transformar os locais de trabalho em hubs de desenvolvimento pessoal.

Nessa perspectiva, o próprio conceito de produtividade está se transformando de KPIs aritméticos para o desenvolvimento baseado em valor. Portanto, para ser mais produtivo atualmente, é preciso estar engajado.

Citaremos, a seguir, três maneiras pelas quais as iniciativas de aprendizado podem promover maior engajamento:

1.  Aprendizado contínuo por parte dos gestores

Uma cultura de aprendizado no topo pode ter um efeito cascata e aumentar o engajamento geral, apoiando ativamente o crescimento e o desenvolvimento da equipe em todos os níveis. Por isso, o truque é começar com os gestores.

Primeiro, envolva seus gerentes e, em seguida, eles garantirão que o benefício seja repassado até o último funcionário da escada.

De acordo com um relatório da Gallup sobre o clima no ambiente de trabalho americano, os funcionários têm 59% mais chances de serem motivados se supervisionados por gerentes altamente engajados.

Sob a supervisão constante do líder, um funcionário nunca se sente desacompanhado. Portanto, um bom gerente pode gerar o envolvimento de um colaborador a partir do momento em que promove a cultura de aprendizado.

Seus gestores estão prontos para desempenhar esse papel tão importante?

2.  Avaliação e monitoramento regulares

Apenas avaliando o aprendizado dos seus funcionários será possível obter uma imagem correta de seus níveis de envolvimento. Monitore continuamente seus objetivos e resultados no processo de aprendizado, identificando regularmente oportunidades de melhorias.

Quanto mais cedo você identificar essas lacunas, mais cedo poderá corrigi-las, resultando em uma melhora diária.

Essa avaliação vai muito além de pesquisas e questionários. Uma comunicação contínua e regular também é requisitada e pode trazer resultados. Por isso, o feedback precisa ser frequente e o colaborador valorizado.

3.  Gamificação, incentivo e recompensa

A gamificação é uma maneira incrível de impulsionar o engajamento dos colaboradores - você aprende enquanto joga e joga enquanto aprende. E para que ela alcance mais resultados, as empresas precisam incentivar as realizações dos funcionários, recompensando os melhores desempenhos.

Por exemplo, se uma viagem ao Havaí causa um impacto muito grande no financeiro, recompense sua equipe com presentes simples.

O objetivo é tornar visível como as oportunidades de aprendizado estão surgindo em abundância e mostrar a eles como a qualificação contínua é a chave para crescer dentro da empresa.

Viu como iniciativas simples como ter na figura do líder um exemplo de engajamento, acompanhar o desempenho de seus colaboradores e incentivá-los por meio da gamificação podem se tornar a moeda de troca para melhorar a performance e a permanência dos seus colaboradores?

Engaje hoje sua força de trabalho para um amanhã melhor

O desenvolvimento dos seus funcionários e os objetivos da sua empresa não devem estar desassociados, certo? Portanto, modifique a realidade da empresa e da equipe, engajando-a por meio da aprendizagem.

Além disso, para lhe ajudar, existem softwares para gestão de RH especializados em experiências de aprendizado e engajamento que trabalham continuamente para identificar e solucionar as necessidades da sua empresa e dos seus colaboradores.

Por isso, saiba que você não está sozinho para reter os talentos e aumentar, consideravelmente, a performance dos seus colaboradores.


Este artigo é uma adaptação do texto "Employee Engagement Through Learning: The Currency to Retention and Performance", publicado por Disprz.

Acompanhe o melhor conteúdo sobre
gestão de Recursos Humanos!

Deixe seu e-mail e receba conteúdo para aumentar o seu desempenho na gestão de pessoas!

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário