O que considerar ao montar um plano de ação para reduzir horas extras

Entender como fazer um plano de ação para reduzir horas extras é essencial para uma empresa que deseja diminuir custos e ter funcionários satisfeitos. Confira como.

Reduzir horas extras

É comum encontrar empresas onde os funcionários fazem hora extra, ainda mais quando são pequenas e médias organizações, em que o trabalho pode se acumular por falta de pessoal.

Mesmo em grandes empresas, quando acontecem vendas importantes ou algum tipo de promoção, é normal o aumento do movimento de trabalho para alguns colaboradores.

Porém, se isso está acontecendo com muita frequência, é necessário rever a organização da empresa, pois reorganizar as horas dos funcionários trará benefícios tanto para funcionários quanto para a própria empresa, por causa da diminuição de custos e da jornada de trabalho.

É importante saber como montar um plano de ação para reduzir a jornada de trabalho e as horas extras, assim como para gerenciar os benefícios que essa redução traz, mas, antes de mais nada, é preciso entender o motivo de elas acontecerem.

Por que as horas extras acontecem?

Existem alguns motivos diferentes que levam ao uso de horas extras dentro do ambiente de trabalho. É essencial entender, primeiramente, que hora extra não significa produtividade.

A hora extra costuma acontecer no final do dia, quando todos já estão cansados e esgotados e é por isso que dificilmente será uma hora produtiva - especialmente se ocorrer com frequência.

A falta de organização é, provavelmente, o principal motivo para a ocorrência da hora extra, podendo acontecer por parte do colaborador ou da própria gestão de equipe, o que nos leva ao próximo motivo: a falta de controle das atividades diárias.

Aliás, dependendo do tamanho da empresa, a falta de controle também pode acontecer quando os funcionários não batem o ponto, pois há um verdadeiro descontrole sobre as horas trabalhadas.

Apesar de menos comum, a falta de objetivos e metas também pode ser um erro em empresas. Se os funcionários não sabem que direção seguir, isso atrapalha na performance do trabalho.

Todas essas questões e, até mesmo outros motivos, tornam necessário o uso de horas extras de trabalho e, ainda, podem trazer consequências graves aos funcionários, tais como:

  • diminuição da qualidade de vida;
  • desgaste físico e emocional;
  • alta taxa de rotatividade de empregados, o turnover.

Da mesma forma, podemos citar malefícios para a própria empresa, como, por exemplo:

  • aumento de despesas (com a hora extra, médica e licenças);
  • redução de qualidade do trabalho;
  • falta de comprometimento com a empresa.

Dicas para reduzir hora extra

Comece elaborando uma política de horas extras, elucidando quais ações tomar caso a hora extra seja feita, calculando antes de um novo mês começar qual o valor de cada hora trabalhada a mais, para poder, dessa forma, planejar também o financeiro.

Lembra que citamos sobre o controle de ponto? É importante dizer, também, que é possível compensar as horas extras a partir de um banco de horas - mas isso é apenas benéfico pelo lado financeiro.

Isso porque ao negociar folgas ou compensações, você evita o pagamento da hora, mas nem sempre o cansaço e a falta de produtividade dos seus colaboradores. É preciso avaliar.

De maneira geral, todos os motivos que levam à hora extra devem ser usados como base para tomar decisões e montar o seu plano de ação para reduzir horas extras.

Ou seja, é primordial organizar melhor, considerar um sistema de controle de jornada e ter objetivos e metas bastante claros.

Mais que isso, outras medidas que podem ser tomadas são, por exemplo:

  • fazer mais treinamentos e capacitações;
  • distribuir tarefas de maneira diferente; e
  • organizar intervalos para café, durante o dia de trabalho.

A redução de horas extras com certeza trará muitos benefícios para a empresa, a começar pela menor taxa de turnover (a rotatividade de funcionários, como já citamos), que irá cair.

Colaboradores que têm horário de trabalho definido e não precisam ir além dele são mais propensos a ficar satisfeitos com seu serviço. Aliás, se você mantiver uma equipe engajada, evitando o pagamento de horas a mais, quando elas forem extremamente necessárias, pode confiar que a equipe vai fazer com muita vontade.

Por isso, um plano para reduzi-las é vital para a sobrevivência e sucesso do seu negócio, além de engajar a sua equipe.

Acompanhe o melhor conteúdo sobre
gestão de Recursos Humanos!

Deixe seu e-mail e receba conteúdo para aumentar o seu desempenho na gestão de pessoas!

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário