Qual o papel do RH em tempos de crise do coronavírus?

As funções desempenhadas pelo setor de Recursos Humanos são cruciais para o bem-estar de uma empresa, mas, em tempos de coronavírus, qual o novo papel do RH dentro das organizações?

Papel rh coronavirus

Entre as funções mais conhecidas e importantes do setor de Recursos Humanos estão a contratação, o desenvolvimento e a retenção de colaboradores, concorda?

No entanto, em meio à crise de emergência pública causada pelo novo coronavírus, o papel do RH estendeu-se à preservação da vida destes colaboradores e, do mesmo modo, da saudabilidade do negócio.

Por isso, selecionamos três funções do novo RH dentro das organizações para auxiliar você e sua equipe a fortalecer o seu setor de Recursos Humanos e buscar soluções estratégicas para ultrapassar as adversidades impulsionadas pela pandemia que vivemos.

1.  Considerar as necessidades da empresa e funcionários

Nesse momento de calamidade, emergência pública e incerteza no cenário econômico, cabe às empresas fazerem sua parte. Por isso, é papel do RH e dos demais setores da empresa decidirem quais serão os passos a serem tomados para manter a qualidade de vida dos funcionários e do negócio.

Portanto, é necessário considerar as necessidades e especificidades da organização e orná-las com o momento crítico que vive o país e o mundo, considerando, também, seus colaboradores, as funções que desempenham e o impacto que uma gestão de crise desorganizada pode causar em suas vidas.

2.  Criar medidas para garantir o funcionamento da empresa

Compete ao setor de RH e responsáveis se reunirem e elaborarem estratégias adequadas para o momento e realidade da organização, assim como de seus colaboradores, pois mais do que criar medidas para garantir o funcionamento da empresa, é preciso manter o trabalho e os talentos da corporação.

Portanto, como sua empresa poderá manter seus colaboradores, não colocando-os em situações de riscos ou prejudicando suas vidas financeiras, sem comprometer a organização e estabilidade do negócio?

Medidas sugeridas pelo governo apresentam opções como o trabalho remoto (home office) e a compensação de horas, também chamada de banco de horas, assim que a situação for controlada.

Embora outra solução poderia ser flexibilizar a jornada de trabalho de seus colaboradores ou, ainda, evitar aglomeração em sua empresa, dividindo sua equipe em grupos.

3.  Adotar medidas de precaução para proteger seus colaboradores

Se sua empresa optar em flexibilizar os horários de sua equipe, por não ser possível conceder o trabalho remoto a todos os seus funcionários, é, também, papel do RH adotar medidas de prevenção dentro do organização.

Para tanto, o setor de Recursos Humanos deverá salientar, seguidamente, as práticas de higiene da parte dos colaboradores, disponibilizar álcool gel 70%, providenciar objetos descartáveis e, da mesma forma, promover regularmente a limpeza do espaço comum de trabalho.

Embora caso seja viável para o seu negócio, o trabalho remoto pode funcionar, também, como uma medida protetiva, evitando a disseminação do coronavírus e a contaminação “efeito dominó” dentro de sua empresa.

Além disso, o setor de Recursos Humanos deve estar atento às informações que estão sendo divulgadas e circuladas entre seus colaboradores, portanto seus comunicados e compartilhamentos devem vir de fontes seguras, como dos diários oficiais dos órgãos responsáveis pelo controle da Covid-19.

É necessário, da mesma forma, em relação aos colaboradores que estejam infectados ou demonstram sintomas suspeitos - adotando medidas de isolamento emergencial para o funcionário em questão.

Por fim, lembre-se que é papel do RH, igualmente, estabelecer políticas para o funcionamento do trabalho remoto dos colaboradores, acompanhando sua produtividade por meio de indicadores, por exemplo.

Acompanhe o melhor conteúdo sobre
gestão de Recursos Humanos!

Deixe seu e-mail e receba conteúdo para aumentar o seu desempenho na gestão de pessoas!

O que você achou do post?

1 Resposta

Deixe seu comentário