Saiba como funciona o relógio de ponto biométrico

Existem várias maneiras de controlar o ponto dos colaboradores de uma empresa. Uma delas é através do ponto biométrico. Conheça como funciona o relógio de ponto biométrico digital, quais suas vantagens e como instalar.

Relógio de ponto biométrico

A biometria é um recurso utilizado para identificar pessoas através de suas características físicas. Sendo assim, o relógio de ponto biométrico pode funcionar por meio da impressão digital, reconhecimento facial, registro vocal ou através de outra característica única, como a íris do olho de cada colaborador.

O relógio biométrico é um dos pontos eletrônicos disponíveis atualmente no mercado, dividindo o posto com os pontos magnéticos e online. No entanto, embora o relógio de ponto biométrico seja também digital, ele possui algumas limitações, principalmente, se comparado ao ponto online.

Mas isso e outros detalhes, você confere seguindo a leitura dos tópicos abaixo.

Como funciona o relógio de ponto biométrico digital?

Essa tecnologia possibilita a identificação da presença de cada colaborador através de uma característica única de cada um deles. De modo geral, essa característica é padronizada, sendo utilizada, majoritariamente, a impressão digital.

Desse modo, para que a empresa possa fazer uso desse recurso, deverá comprar um relógio de ponto biométrico, instalá-lo dentro das dependências da firma, cadastrar os funcionários no aparelho e indicar os horários apropriados para que cada um bata seu ponto utilizando sua única e intransferível biometria.

Assim, com as impressões cadastradas, cada funcionário deverá inserir sua biometria no horário acordado, confirmando suas entradas, intervalos e saídas. A cada ponto batido, o colaborador recebe um comprovante, para ter consigo provas da sua frequência caso haja imprevistos.

Depois disso, para fazer a correção de pontos errados e fechar a folha de pagamento, o setor de Recursos Humanos precisará implementar um software para tratamento do ponto. De modo geral, essa tecnologia é contratada separadamente.

O download da Planilha de Horas completa começou automaticamente.

Caso não tenha iniciado,
clique aqui para baixar.

Como instalar o relógio de ponto biométrico?

Confira um passo a passo prático para instalar e usufruir os benefícios do relógio de ponto biométrico:

  1. Compre um relógio de ponto biométrico que esteja de acordo com a Portaria de nº 1510, que regulamentou o uso dessa tecnologia. Tome cuidado para contratar um relógio que esteja homologado pelo Ministério do Trabalho, pois apenas desse modo ele é considerado válido.
  2. Instale o relógio biométrico em um lugar estratégico dentro da empresa.
  3. Cadastre os horários exatos para o registro do ponto (entrada, intervalo e saída). Para isso, será necessário digitar um código fornecido pelo próprio fabricante do relógio.
  4. Cadastre o PIS ou outro número de identificação de todos os funcionários.
  5. Registre a biometria de todos os colaboradores.
  6. Utilize o relógio de ponto biométrico para registrar a jornada de trabalho de seus empregados.

Quanto custa um relógio de ponto biométrico?

Um relógio de ponto biométrico custa, em média, R$ 1.500. Seu preço depende da marca e modelo do dispositivo e, além do custo relacionado ao aparelho em si, há gastos envolvendo a instalação, manutenção e contratação de um sistema para controle de ponto.

Além do mais, é preciso ter em mente que uma vez instalado, torna-se difícil revendê-lo. Afinal de contas, esse tipo de dispositivo armazena as biometrias cadastradas e os pontos batidos desde o seu primeiro dia de uso, sendo impossível apagar esse tipo de informação.

No entanto, apesar das limitações do relógio de ponto biométrico, ele ainda é uma das opções mais práticas e seguras em relação ao ponto manual e mecânico. Isso porque diminui erros, reduz falhas e retrabalho, seja no processo de registrar o ponto como no momento de contabilizar a carga horária trabalhada.

Afinal, ele possui uma saída de pen drive, para que seus dados possam ser recolhidos pelo RH. Além disso, sua utilização é simples e evita que o ponto seja batido em horário inapropriado porque o funcionário esqueceu o cartão magnético, por exemplo.

Sem contar que a biometria, sendo intransferível, evita fraudes. Sem ela, basta outra pessoa se passar pelo colaborador e, com o cartão magnético em mãos, bater o ponto pelo colega — inclusive, sem a presença efetiva do colaborador na empresa. Imagina o prejuízo.

E, então, restou alguma dúvida de como funciona o relógio de ponto biométrico? Conta pra gente!

Sua planilha foi enviada para
seu e-mail.

Caso não receba, lembre-se de conferir o SPAM ou Lixo eletrônico.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário