O que é e qual a estrutura de uma empresa orgânica?

Já pensou em deixar todos os funcionários atuando praticamente no mesmo nível, sem responsabilidades específicas ou títulos de trabalho? É disso que se trata uma empresa orgânica.

O que e empresa orgânica

Quando falamos sobre empresa orgânica, precisamos analisar o sistema de gestão. Existem duas estruturas principais de gestão no mercado, que são a estrutura orgânica e a estrutura mecanicista. Conforme o tipo de negócio, uma ou outra pode ser a mais adequada.

Para ajudar você, gestor, este artigo se propõe a explicar o que é, qual a estrutura e quais os benefícios de uma organização orgânica, a fim de que você possa descobrir se esse tipo de gestão é a ideal para o seu negócio. Vamos lá?

O que é uma empresa orgânica

Para entender esse conceito, é preciso compreender o que é gestão orgânica. Sempre que você ouvir falar nisso, tenha em mente que quem optou por gerir a empresa dessa forma tem foco em desenvolver pessoas.

Empresas que se encontram em um mercado que muda de maneira constante e de alta competitividade devem analisar esse modelo com atenção especial.

Em mercados assim, é muito importante contar com funcionários que sintam-se parte da empresa e estejam dispostos a se profissionalizar cada vez mais e a encarar essas mudanças, sem partirem para a concorrência assim que aparecerem os primeiros desafios.

Para isso, a empresa precisa apoiar seus funcionários, investindo em programas de treinamento e bem-estar, por exemplo, a fim de reter pessoas e construir equipes fortes, que trarão soluções e resultados para a organização.

Como funciona uma empresa orgânica

Uma empresa orgânica é aquela que adota uma hierarquia flexível, com um sistema de decisões descentralizado, ou seja, o organograma de uma empresa assim é o mais horizontal possível e praticamente todas as pessoas se encontram no mesmo nível.

Qual a estrutura de uma empresa orgânica?

Diferentemente da estrutura mecanicista, na qual existem vários departamentos e níveis de hierarquia, cadeia de comando clara, alta formalização e centralização das decisões em uma única pessoa, em que cada profissional precisa ser altamente especializado apenas na sua função, as principais características de uma empresa de estrutura orgânica são:

  • Equipes multifuncionais e multi-hierárquicas
  • Baixa formalização
  • Livre fluxo de informações
  • Controle amplo e abrangente
  • Descentralização

Para ficar mais claro, o fluxo de cada tipo de estrutura pode ser representado assim:

Modelo estrutura orgânica

Portanto, os níveis de organização orgânica se mostram sem fronteiras. É uma estrutura em que todos participam do processo decisório, trocam conhecimento, entendem bem da sua área, mas também contribuem com as demais áreas de atuação.

Benefícios da estrutura orgânica

Um dos principais benefícios desse tipo de gestão é o seu potencial em desenvolver habilidades importantes nos profissionais, por permitir que os funcionários vivenciem novas experiências.

Porque podendo sugerir, participar e propor ideias, essas experiências não estarão ajudando apenas a empresa, mas também contribuindo de forma positiva e saudável com a carreira dos profissionais.

É bem comum, inclusive, nesse tipo de estrutura, que os gestores encontrem novos talentos dentro da empresa e isso contribua para realizar estratégias e ações inovadoras para o negócio.

O nível de comunicação também é outro ponto a se destacar em uma empresa orgânica. A comunicação interna na empresa passa a ser mais informal e confiável. Sem formalidades e sem medo de falar o que se pensa ou de sugerir ideias, a produtividade aumenta.

Acontece uma interação maior entre as pessoas, justamente por não existirem níveis hierárquicos, o que contribui para o relacionamento interpessoal e o crescimento da equipe como um todo.

Por fim, a estrutura orgânica é uma forma adaptativa de organização que oferece pouca divisão do trabalho, autoridade descentralizada e também poucas regras e procedimentos. Existe o mínimo possível de burocracia e a cultura encoraja a participação das pessoas.

Ninguém melhor do que o gestor, que conhece a cultura e a estrutura organizacional da empresa, para definir se esse modelo de empresa é o ideal para o negócio.

Após definido, o processo de implementação dessa estrutura também leva algum tempo. Então, não tome essa decisão de forma rápida demais: analise, estude e converse com as pessoas envolvidas para encontrar o melhor formato. Boa sorte!

Sua planilha foi enviada para
seu e-mail.

Caso não receba, lembre-se de conferir o SPAM ou Lixo eletrônico.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário

Ponto eletrônico e Banco de Horas

Pedir demonstração