Quebra de caixa: como funciona e qual o valor?

Devido à complexidade e riscos da função, alguns funcionários recebem um pagamento adicional, chamado de quebra de caixa. Conheça como funciona.

Quebra de caixa

Se você tem dúvidas sobre o que é quebra de caixa, podemos dizer que consiste em um valor adicional ao pagamento de colaboradores que possuem a responsabilidade de trabalhar com o dinheiro do empregador.

Por exemplo: caixas de bancos, caixas de supermercados e também lotéricas.

O objetivo desse pagamento adicional é ser uma forma de estimular o colaborador a se dedicar mais para a sua função, cuidando do dinheiro do empregador para, quando chegar ao fim do mês, semana ou dias, não haver erros computados no caixa.

Por não ser regida por nenhuma legislação específica, o pagamento de quebra de caixa não é obrigatório e, quando ocorre, é por livre acordo ou convenção coletiva de trabalho em que um adicional é fixado.

Qual o valor de quebra de caixa?

Não existe um valor exato, pois o adicional é definido através de um documento coletivo entre as empresas e os sindicatos das categorias.

Para os que buscam um valor de porcentagem de quebra de caixa, uma possibilidade é usar como base o precedente Normativo do Tribunal Superior do Trabalho nº. 103, que diz que a gratificação para funcionários que atuam como caixa permanentemente seja 10% sobre o valor do seu salário.

Uma dica extra é emitir um contrato regulamentando e registrando o valor e a forma de pagamento do adicional de quebra de caixa, contendo também quais funções o colaborador beneficiado exerce.

Quebra de caixa é registrado na carteira de trabalho?

É importante lembrar que o quebra de caixa é registrado na Carteira de Trabalho e Previdência Social, porém, o pagamento do adicional pode ser acrescentado nas anotações como forma de registro.

Como funciona a integração do quebra de caixa em ações judiciais?

Diante de uma ação judicial, ele pode ser interpretado como integrante do salário, a depender da regularidade com que era paga.

Se o benefício for pago regularmente, independentemente de ter ou não erro ao fechar o caixa, ele será interpretado como integrante do salário.

Já se a empresa toma esse adicional como ressarcimento em casos de falta de dinheiro, a integração do salário pode ser descartada.

Qual a importância de quebra de caixa?

Funcionários que atuam constantemente com valores financeiros elevados costumam sentir grande pressão em suas funções, devido à grande responsabilidade.

O pagamento de quebra de caixa contribui para que esses profissionais sintam-se mais motivados para realizar suas atividades, com maior concentração e esforço, sabendo que toda dedicação será reconhecida pela empresa.

E, além disso, porque sabem que estão "segurados", de certa forma, com o pagamento do quebra de caixa. Uma dica especial é manter o engajamento da equipe com aprendizagem, ou seja, fornecendo constantes cursos de atualização, que podem ir de temas desde a ética até matemática básica, já que estamos falando de operação de caixa.

Os empregadores devem atribuir o benefício do quebra de caixa e enxergá-lo como um investimento em seus funcionários que desempenham um trabalho que custa seu cansaço não só físico, mas também psicológico.

Como evitar quebra de caixa

Para evitar que aconteça o quebra de caixa, mantenha o monitoramento constante de todas as entradas e saídas de recursos do negócio.

Se possível, utilize um software de controle financeiro para realizar o acompanhamento do fluxo de caixa, criar projeções e também automatizar alguns processos.

E, por fim, desenvolva uma cultura empresarial baseada em respeito e honestidade, afirmando a importância e seriedade que devem ser colocados nos procedimentos da organização, para o alcance do sucesso de todos que nela trabalham.

Também é super importante contratar a pessoa com o perfil correto para esse tipo de atividade, já que, como dissemos anteriormente, algumas pessoas não gostam da pressão - e está tudo bem.

O melhor investimento, para evitar o pagamento desse "seguro", é contratar a pessoa certa, utilizando ferramentas de gestão de pessoas para entrevistar e contratar.

Acompanhe o melhor conteúdo sobre
gestão de Recursos Humanos!

Deixe seu e-mail e receba conteúdo para aumentar o seu desempenho na gestão de pessoas!

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário