Indicadores de Produtividade: Conheça os principais

Estabelecer KPI’s é necessário para o bom desenvolvimento empresarial. Para isso, é imprescindível conhecer os principais indicadores de produtividade e como estabelecê-los.

Indicadores de produtividade principais

Toda empresa deve estabelecer indicadores mensuráveis para poder conhecer seus acertos e erros, a fim de sobreviver no mercado, certo? Os indicadores de produtividade - os KPIs - são alguns dos mais importantes. Por isso, a importância de conhecê-los.

Eles servem para medir se os procedimentos de uma organização estão funcionando bem e é certo dizer que, se uma empresa torna-se mais produtiva, consequentemente, torna-se mais forte e competitiva no mercado, concorda?

No entanto, não é apenas produzir em menor tempo e colocar produtos e serviços para girar. Uma organização com o índice de produtividade alto não pode abrir mão da qualidade. Por esse motivo, saber que há vários outros indicadores de produtividade é crucial para realmente atingir objetivos distintos.

Cada qual se encaixa a determinados objetivos, e, para saber o ideal para determinada aplicação, é preciso dominá-los. Pois, se os processos não estiverem funcionando como o planejado, é hora de mudar a forma como eles estão sendo conduzidos - bem como os seus indicadores.

Cálculo índice de produtividade

Para facilitar a sua gestão, separamos para você os principais indicadores de produtividade, pois, conhecendo-os, será possível aplicá-los corretamente em sua empresa. São eles os indicadores de:

1.  Qualidade

Produtividade, como dito anteriormente, não é somente sobre produzir e colocar os produtos/serviços para circular. Para indicar produtividade efetiva, é necessário que os produtos e serviços disponham de qualidade.

Este indicador, portanto, é medido pelo resultado final de acordo com o que foi pré-estabelecido e planejado pela organização.

Se para ser um produto comercializado o mesmo precisa sair da etapa de produção com as características x, y, z, e em um determinado momento o resultado foi diferente disto, algo não está saindo como o proposto, logo, é hora de rever o processo de produção.

2.  Capacidade

Outro indicador é sobre a capacidade de produção de determinada empresa. Entretanto, este medidor deve respeitar proporções, certo?

Para mensurá-lo, é preciso medir a quantidade produzida em um determinado período de tempo, comparando-o, em seguida, com a capacidade possível e planejada.

3.  Estratégia

Se estamos chegando aos lugares que planejamos e que trabalhamos para isso, é um sinal de que estamos no caminho certo, concorda?

Por isso, os indicadores que levam em conta as estratégias criadas pela organização para chegar a algum ponto, são medidos por meio das metas e objetivos atingidos.

4.  Lucratividade

Para calcular a lucratividade, ou seja, o lucro líquido da empresa, é necessário calcular o valor investido sobre o valor recebido (lucro das vendas).

Se, ainda depois de calcular gastos fixos e variáveis, a porcentagem for positiva em relação ao valor investido, a empresa está tendo lucro. Por meio deste indicador, é possível analisar o lucro líquido e fazer as adequações necessárias caso a empresa não esteja indicando lucratividade.

5.  Competitividade

O indicador de competitividade tem como objetivo avaliar a posição da empresa em relação aos seus concorrentes. A mensuração pode ser realizada, por exemplo, por meio de pesquisas de mercado. Simples, não é mesmo?

6.  Turnover

O índice turnover é, também, um dos mais importantes. Saber a rotatividade da sua empresa lhe mostra muitas coisas. Inclusive, faz alertas sobre como anda a sua produtividade. Conseguir reter talentos e manter os colaboradores interessados é, por consequência, uma medida necessária para o sucesso de um negócio.

Para medir este indicador é preciso calcular a rotatividade dos colaboradores em um determinado período de tempo: se o índice estiver alto, há um problema detectado e a empresa terá que agir para descobrir a razão, trabalhando, portanto, para a redução deste número.

Como visto, a partir dos resultados dos indicadores é possível e recomendável tomar as medidas cabíveis para cada situação, sejam elas positivas ou negativas. Somente uma empresa que controla seus números poderá gerar lucro.

Por fim, é bom ressaltar que os indicadores de produtividade aplicados devem corresponder aos processos realizados pela empresa, assim seus resultados serão úteis e eficientes, certo? Nada de querer basear seus números futuros e planejá-los olhando para empresas de portes diferentes da sua empresa.

Acompanhe o melhor conteúdo sobre
gestão de Recursos Humanos!

Deixe seu e-mail e receba conteúdo para aumentar o seu desempenho na gestão de pessoas!

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário