Compliance Empresarial: o que é e como afeta sua empresa

Tire suas dúvidas a respeito do que significa o termo compliance empresarial, sua importância e como aplicá-lo na sua organização.

Compliance empresarial o que é como afeta na empresa

Atualmente, os consumidores possuem maior discernimento acerca dos produtos e serviços consumidos. Isto é, estamos vivendo uma época em que temos autoconsciência, informação e, na maioria das vezes, compramos apenas de empresas com as quais nos identificamos.

Em outras palavras, a ética empresarial afeta, e muito, na decisão de compra das pessoas, já que os consumidores querem fazer parte de algo que os representam. Concorda? Por conta disso, é necessário falar sobre compliance empresarial.

O que é compliance empresarial?

A palavra "compliance" oriunda do inglês - to comply - e tem como significado "agir de acordo com as regras e procedimentos". Por isso, o termo compliance pode ser um bom sinônimo para o valor ético ao qual nos referimos, ou seja, estamos falando de agir de maneira ética, em todas as esferas da empresa.

Ao implantar o termo em uma organização, é necessário que toda a empresa trabalhe coerentemente, para estar dentro dos parâmetros éticos, seguindo - legalmente, também - à risca as regras e normas, externas e internas, que estão correlacionadas à ela.

Para exemplificar as regras das quais estamos falando, podemos citar as:

  • trabalhistas;
  • fiscais;
  • financeiras;
  • contábeis;
  • ambientais;
  • jurídicas;
  • morais.

Portanto, compliance empresarial consiste em cumprir as regras impostas às pessoas jurídicas e, também, as normas estabelecidas internamente, bem como, as de convivência.

Qual é a importância do compliance?

Como dissemos anteriormente, ser uma empresa ética e moralmente comprometida com sua área, produtos, serviços e colaboradores faz com que a organização se destaque frente à concorrência e ao público, agregando valor ao negócio.

Além de ganhar o reconhecimento de consumidores, uma empresa que tem uma compliance bem estabelecida, retém e desperta a atenção de novos talentos, diminuindo, portanto, o índice de turnover.

Uma empresa comprometida com compliance demonstra transparência e um grau de maturidade significativo, enquanto reduz erros, custos, ganha credibilidade, estabelece relações comerciais éticas e fortalece uma boa cultura organizacional entre os seus.

Afinal, como aplicá-lo na minha empresa?

Como aplicar compliance na minha empresa

Agora que você conheceu o compliance empresarial, viu a importância dele para o desenvolvimento do seu negócio, chegou o momento de aplicá-lo, na sua empresa. Pode ficar tranquilo, que lhe mostraremos como colocá-lo em prática, com dicas fáceis e bem tranquilas de serem aplicadas, desde já. Veja:

1. Conheça sua empresa

Para aplicar um processo tão íntegro como o de compliance é necessário - e imprescindível - conhecer sua empresa: conhecer todos os setores, seus processos internos e os responsáveis por eles, ok?

Isso porque, conhecer e monitorar cada canto da empresa, é o modo mais assertivo para descobrir o que não está saindo como planejado e tomar as atitudes cabíveis, com segurança.

2. Envolva gestores e colaboradores

Depois de conhecer verdadeiramente sua empresa, exponha aos gestores e colaboradores a nova postura empresarial do negócio, seja transparente e conte com a ajuda de sua equipe para aplicar o compliance - que também pode ser considerado uma filosofia.

O ideal é que toda a organização esteja disposta a transformar o cenário ético da instituição, deixando para trás processos não condizentes com o proposto.

3. Incentive uma cultura organizacional ética

Ao contar com o apoio da sua equipe de colaboradores, incentivá-la diariamente a agir de forma ética, tanto em relação às leis quanto às normas internas, chega o momento de dar o terceiro passo.

Demonstrar, cotidianamente, os benefícios do compliance empresarial - inclusive para os colaboradores - evita ocorrências inadequadas.

Com o passar dos dias, meses e anos, seu incentivo transforma-se em exemplo e o compliance torna-se natural, modificando toda a cultura organizacional. Deixando-a, portanto, a cada dia que passa, mais ética.

4. Estabeleça relações internas justas

Do que adianta ser ético frente às leis e normas da empresa, mas ser injusto com o companheiro de equipe ou com seus colaboradores?

Para se manter coerente - e de nenhuma maneira hipócrita - a aplicação do compliance empresarial deve passar, também, por tratar as equipes de maneira igual ou, pelo menos, de acordo com o desempenho de cada um, combinado?

5. Monitore os processos

Por último, mas não menos importante, monitore os processos. Não basta apenas aplicar o compliance empresarial, é necessário acompanhar - se possível pessoalmente - o comportamento dos colaboradores e os processos realizados por cada setor.

Dessa forma, procedimentos e condutas inadequadas não serão tolerados e, provavelmente, não acontecerão com tanta frequência. Vai ser quase como fazer um plano de ação para sua empresa.

Viu só, mais simples do que pensou, não é? Então, que tal aplicar o compliance empresarial na sua organização e deixá-la mais ética e confiável?

Acompanhe o melhor conteúdo sobre
gestão de Recursos Humanos!

Deixe seu e-mail e receba conteúdo para aumentar o seu desempenho na gestão de pessoas!

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário