10 Dicas para ter uma Assessoria Contábil de sucesso

Veja 10 dicas para instituir uma assessoria contábil em sua empresa e como a relação empresa-assessoria pode ajudar o seu negócio a ser bem sucedido.

Assessoria contábil dicas.

Gerir por conta própria todos os aspectos de uma empresa, por vezes, pode não gerar lucro. Por isso, uma boa opção é terceirizar o serviço.

Este é o caso de muitas empresas que estão tendo dificuldades em lidar e avaliar seu financeiro, quando decidem contratar uma assessoria contábil.

No entanto, é preciso tomar alguns cuidados ao contratar um escritório que preste assessoria contábil. Não apenas em relação ao seu caráter legal ou potencial profissional, mas, também, em como estar preparado para receber uma assessoria e aproveitá-la de maneira útil e correta.

Assessoria contábil: o que é e qual a sua função?

Antes de prosseguir com as dicas que preparamos para você, é necessário entender o que é uma assessoria contábil na prática e qual o papel que desempenhará em sua empresa.

Uma assessoria contábil é o trabalho realizado por um profissional, ou uma equipe de profissionais, da área da contabilidade. A função desses profissionais é analisar os dados financeiros de uma empresa, diariamente, a fim de aconselhá-la sobre aspectos contábeis, fiscais, trabalhistas e financeiros.

A assessoria contábil contratada tem papel crucial na tomada de decisões sobre a situação econômica-financeira da empresa e, quando bem realizada, e acompanhada de perto pela empresa contratante, tem força para colocar a organização na rota de crescimento.

Veja alguns exemplos do trabalho prático da assessoria:

  • Auxiliar na escolha do regime tributário ideal;
  • Orientar a respeito da classificação fiscal;
  • Reduzir custos com impostos;
  • Oferecer uma perspectiva “de fora” para a empresa;
  • Incentivar tomadas de decisões críticas.

Pensando nisso, preparamos 10 dicas que acreditamos ser úteis para ter uma assessoria contábil de destaque, veja:

1. Saiba a situação real da sua empresa

De forma objetiva, mensure a situação real da empresa. Dessa maneira, irá facilitar o trabalho da assessoria contratada, preparando-a para o trabalho que deverá ser realizado.

Se o gestor souber qual a situação da sua empresa, também será mais fácil acompanhar e perceber se o trabalho da assessoria está sendo feito corretamente e de maneira eficiente.

2. Reúna dados importantes para disponibilizar à assessoria

Reunir informações que você considere úteis e importantes para disponibilizar à assessoria pode auxiliá-la a realizar um trabalho mais adequado e adaptado às necessidades de sua empresa.

É um trabalho personalizado.

3. Faça uma pesquisa profunda antes de escolher uma assessoria

Não escolha a primeira assessoria que você encontrar. Desespero, neste momento, atrapalhará a relação empresa-assessoria de sucesso.

Busque referências, converse com outros gestores, descubra a melhor opção para você.

4. Escolha uma assessoria contábil que esteja localizada na cidade da empresa

Sim, essa dica é de ouro, por dois motivos:

1) a legislação contábil e as obrigações tributárias podem variar de região para região;

2) dessa maneira, será mais fácil acompanhar o trabalho desempenhado pela assessoria.

5. Descubra se o escritório - ou profissional - está cadastrado nos órgãos competentes

Por vezes, por comodismo, empresas não checam se as empresas contratadas são empresas sérias e que podem exercer plenamente suas funções. Por conta disso, caem em golpes tremendos.

No caso da assessoria contábil, é necessário checar se o escritório é filiado ao Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis do Estado e conferir se os profissionais possuem a licença do Conselho Regional de Contabilidade (CRC).

6. Acompanhe o trabalho da assessoria

Terceirizar o serviço e pedir ajuda a uma empresa especialista não significa que você pode cruzar os braços e esquecer das suas responsabilidades.

Esteja sempre acompanhando o trabalho prestado, conferindo a papelada, tributos e encargos.

7. Solicite, periodicamente, certidão negativa dos órgãos relacionados à assessoria

Os gestores devem pedir, regularmente, certidões negativas dos principais órgãos como:

  • receita federal;
  • secretaria da fazenda; e
  • prefeitura municipal.

Pois, a partir destes documentos, a empresa saberá se possui ou não pendências, e consequentemente, é dessa maneira que a empresa contratante confirma se a assessoria contábil está realizando um trabalho sério - ou não.

8. Peça balancetes com regularidade à assessoria

Análise os balancetes em conjunto com a assessoria.

Peça para que o escritório ou profissional discrimine elemento por elemento e explique o que para você possa parecer estranho.

Além de ficar a par da saúde financeira do seu negócio, evita entrar no prejuízo caso a empresa contratada não esteja sendo fiel à relação contratual.

9. Marque, frequentemente, reuniões com a assessoria

Estabeleça uma rotina de reuniões com sua assessoria. Nem que seja somente para checar como anda o andamento das finanças.

10. Aceite as sugestões da sua assessoria

De nada adianta contratar uma assessoria contábil confiável e eficiente, se você não aceitar as colocações dos profissionais envolvidos.

Saiba ouvir sua assessoria, pois, como dito na primeira parte deste artigo, ela poderá servir de alavanca para o sucesso do negócio.

Como você viu, o trabalho deve ser realizado pelas duas partes: empresa e assessoria. A colaboração da empresa é imprescindível para haver sucesso no trabalho da assessoria contábil, certo?

Acompanhe o melhor conteúdo sobre
gestão de Recursos Humanos!

Deixe seu e-mail e receba conteúdo para aumentar o seu desempenho na gestão de pessoas!

O que você achou do post?

1 Resposta

Deixe seu comentário