Horário flexível: como funciona a jornada móvel

Por começar a ter maior aplicação nos últimos anos, o horário flexível tem sido uma possibilidade levada em consideração por diversas empresas, já que essa opção pode ser negociada entre empregado e empregador.

Horário flexível

Também conhecido como jornada móvel, o horário flexível tem sido bastante adotado nos últimos anos devido à pandemia, que levou muitas empresas a atuarem em formato de teletrabalho ou home office. No entanto, essa também é uma forma de motivar os funcionários de uma organização a terem maior produtividade, já que não terão horários rígidos de trabalho.

O que começou como algo provisório, virou uma possibilidade de formato de trabalho permanente. Segundo o estudo Workforce of the Future da Cisco, feito em 2020, 88% dos profissionais, incluindo o Brasil e mais 26 países, preferem uma jornada com maior flexibilidade.

Entretanto, existem vantagens e desvantagens em adotar uma jornada móvel. Vamos entender mais?

O que é uma jornada de trabalho flexível

A CLT não traz nenhuma lei que oriente como a jornada de trabalho flexível deve acontecer. O que sabemos é que a jornada normal de trabalho não deve ultrapassar oito horas diárias e 44 horas semanais. Também não existe diferença entre jornada móvel e jornada flexível: ao encontrar esses termos, saiba que eles têm o mesmo significado.

Assim, o horário flexível (ou jornada móvel) é resultado da flexibilização na relação entre capital e trabalho e é possível por meio de um acordo entre empregador e empregado. É quando é permitido que o trabalhador cumpra sua jornada como definida em contrato e dentro da CLT, mas em um horário previamente estabelecido, que pode ser flexível.

Contar com uma jornada assim traz maior liberdade para o profissional no cumprimento do seu período de trabalho, já que pode ele pode trabalhar obedecendo um número de horas diárias, mas sem precisar rigorosamente começar às 8h e finalizar seu trabalho às 18h, por exemplo.

É dessa forma que o trabalhador pode autogerenciar suas tarefas diárias com o que chamamos de entradas e saídas móveis.

O download da Planilha de Horas completa começou automaticamente.

Caso não tenha iniciado,
clique aqui para baixar.

Como funciona a jornada de trabalho com horário flexível

Antes de determinar a jornada móvel, é preciso levar em consideração as convenções coletivas de trabalho e acordos, que costumam ter normas específicas para cada região de abrangência ou categoria profissional.

Só depois de observar isso é que a empresa poderá apurar a jornada de trabalho para fins de pagamentos de horas extras e desconto de faltas conforme horário móvel definido.

Também é preciso pensar na atividade da empresa, pois, ao adotar liberdade de horários, algumas atividades podem ser prejudicadas, como o fluxo da produção, o atendimento ao cliente ou a prestação de serviços.

Como implantar um horário flexível

Se você está pensando em implantar a jornada flexível na sua empresa, saiba que existem três formas de fazer isso:

1.  Com horário livre

O funcionário tem liberdade para decidir quando vai trabalhar, obedecendo apenas horários como reuniões e entregas específicas definidas pelo empregador, desde que entregue tudo que estiver definido no contrato de trabalho como sua responsabilidade.

2.  Com horário variável fixado

O trabalhador pode escolher entre diversos horários alternativos pré-determinados pela empresa e precisa se manter sempre fiel a essa escolha.

3.  Com horário flexível

O funcionário pode entrar e sair do trabalho quando desejar, até mesmo podendo mudar os horários de um dia para o outro, sem precisar seguir um horário obrigatório de permanência no trabalho ao longo do dia, desde que totalize a jornada de horas semanal estabelecida no contrato de trabalho.

Vantagens e desvantagens do horário flexível

Uma das maiores vantagens de adotar um horário flexível na empresa é reduzir os atrasos e saídas antecipadas, o que contribui para amenizar o absenteísmo no trabalho. Mas a lista é longa e não para por aí!

Vantagens da jornada móvel

Além do que já foi mencionado, podemos citar:

  • Flexibilidade para o funcionário: a empresa vai possibilitar que o trabalhador programe melhor sua vida pessoal, já que ele terá uma liberdade maior de horários para fazer atividades físicas, realizar um curso que queira, levar e buscar o filho na escola e atividades que, com um horário rígido, talvez não poderia fazer.
  • Redução de horas extras: a necessidade de horas extras diminui porque o trabalhador aproveita mais o horário em que está trabalhando.
  • Fortalecimento do ambiente de trabalho: com a necessidade de mais responsabilidade e comprometimento, o trabalho passa a ser levado com maior seriedade.

Mas, como nem tudo são flores, você pode enfrentar alguns aspectos negativos neste sistema.

Desvantagens da jornada móvel

Entre as desvantagens, pode existir:

  • Dificuldade para realizar a gestão de pessoas: se o gestor não confiar nos seus funcionários, vai ser difícil entender que cada um fará o seu próprio horário e dará conta do recado.
  • Reorganização cultural da empresa: se antes não existia essa cultura, é necessário preparar as pessoas e envolvê-las nessa nova forma de trabalho de maneira que produzam melhor e não menos - se entenderem flexibilidade como maior tempo livre ao invés de melhor organização.
  • Perda de qualidade na comunicação interna: quando nem todos estão no mesmo lugar ao mesmo tempo, podem surgir ruídos e dificuldade na comunicação entre as pessoas da equipe. É necessário definir ferramentas para que nada se perca e, mesmo com o horário flexível, essa comunicação aconteça de forma eficiente.
  • Baixo rendimento de alguns perfis: se a maioria dos profissionais da sua empresa requer alguma supervisão mínima para conseguir trabalhar de maneira produtiva, implantar o horário flexível pode ser um desafio e tanto, já que é necessário autonomia e proatividade por parte dos funcionários para que esse tipo de jornada funcione.

Assim, além de manter a legalidade dos contratos de trabalho, é importante pesar todos os prós e contras antes de passar a atuar com horário flexível no seu negócio! Se for aplicável, por que não tentar?

Sua planilha foi enviada para
seu e-mail.

Caso não receba, lembre-se de conferir o SPAM ou Lixo eletrônico.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário

Ponto eletrônico e Banco de Horas

Pedir demonstração