Entenda o que são Indicadores de Desempenho e como analisá-los

O sucesso de uma organização está, também, na capacidade da análise de dados. Por essa razão, você precisa entender os Indicadores de Desempenho.

Indicadores de desempenho analise

O que você vai encontrar neste artigo:
• O que são indicadores de desempenho
• A importância dos KPIs
• Os principais KPIs
• Exemplos de Indicadores de Desempenho
• Erros comuns ao escolher os Indicadores de Desempenho

Os Indicadores de Desempenho de Processos são dados que medem a performance dos resultados de acordo com os objetivos pré-estabelecidos.

Eles podem ser a quantidade de clientes que retornam a um estabelecimento, o número de produtos finalizados por dia ou, mesmo, a taxa de mercadorias feitas com qualidade.

Trata-se de métricas que quantificam o desempenho dos processos de uma organização. Por isso, os Indicadores de Desempenho ou KPIs (do inglês, Key Performance Indicator) são a base de uma administração eficiente.

Vale pensarmos que uma empresa não é formada somente por pessoas, isto é, constam nela, também, os números. Medir e analisar dados é inevitável no trabalho de uma boa gestão. A partir dos cálculos, é possível ter uma visão estratégica e transparente dos resultados da empresa, contribuindo para o alcance de objetivos e metas.

O que são os Indicadores de Desempenho

Eles são os resultados do monitoramento das atividades da empresa. Ou seja, os dados gerados ao longo de cada processo. Servem para analisar se as decisões tomadas estão colaborando para alcançar os objetivos determinados, como também, para elucidar o que se pode fazer para gerar melhorias.

Por esse motivo, os KPIs dependem diretamente de um bom planejamento estratégico e de metas claras e coerentes. Para que se possa comparar os resultados obtidos com os desejados.

A importância dos KPIs

A principal relevância dos Indicadores de Desempenho organizacional é a disponibilização de dados para análise do gestor. Com isso, será possível, além de conferir o andamento da empresa, tomar decisões mais inteligentes e eficientes.

Sabe-se que um bom líder pauta-se em dados e não apenas em achismos e ideias. Desse modo, é imprescindível ter compreensão e transparência dos resultados adquiridos.

Assim, será possível:

  • resolver problemas;
  • alcançar metas;
  • visualizar oportunidades;
  • analisar causas;
  • monitorar a situação da empresa;
  • fazer melhorias;
  • motivar a equipe com feedbacks.

Os principais KPIs

São vários os tipos de indicadores e daremos mais exemplos de alguns específicos, logo abaixo. Mas antes, vamos aos 5 principais:

1.  Produtividade: O Indicador de Produtividade mede a produção em relação aos recursos utilizados, que vão desde materiais até o tempo gasto.

Ex.: Um mecânico conserta 2 peças por hora, utilizando X materiais. Enquanto outro conserta 3 peças por hora, pela mesma quantidade de materiais. No caso do segundo mecânico, tem-se um índice maior de produtividade.

2.  Qualidade: Essa é a relação de tudo que foi produzido entre o que foi produzido adequadamente.

Ex.: 93 sapatos adequados / 100 sapatos feitos ao dia x 100 = 93% de qualidade.

3.  Capacidade: Trata-se do que se consegue produzir adequadamente em determinado tempo. Ex.: 2.790 sapatos adequados ao mês / 31 = média de 90 sapatos por dia.

4.  Estratégico: Indicam se a situação atual da empresa está de acordo com os objetivos traçados.

Ex.: A meta da empresa é vender R$ 500.000 até o fim do mês. Está no dia 20 e vendeu apenas R$ 250.000. Isto é, 50% da meta. Assim, precisará vender o dobro por dia, nos próximos 10 dias.

5.  Lucratividade: Cálculo do percentual de lucro sobre as vendas totais.

Ex.: As vendas totais foram R$ 500.000 e o lucro foi R$ 50.000. Logo, a lucratividade foi de 10%.

Exemplos de Indicadores de Desempenho

Os KPIs dependem dos objetivos de cada empresa, contudo, alguns são necessários para todo tipo de negócio, veja a seguir.

Taxa de Sucesso em Vendas

Esse indicador mede a quantidade de vendas efetivas em relação às oportunidades obtidas. Com isso, é possível ter os dados de sucesso em vendas e compará-los com os objetivos da empresa.

É utilizado, também, para entender as causas das possíveis não-vendas, ou seja, se estão nas oportunidades, no atendimento ao cliente, no preço do produto e etc.

Taxa de sucesso em vendas

Índice de Turnover

Medir a rotatividade dos colaboradores é essencial. Isso porque, não é interessante ter um grande número de demissões constantes. Além de não contribuir para a reputação da empresa, dificulta o trabalho interno.

O índice de Turnover calcula exatamente isso, trazendo dados que podem esclarecer as causas e os problemas, como também colaborar para melhorar a rotação da empresa.

Cálculo índice turnover

Valor de Ticket Médio

Com essa métrica, pode-se ter dados sobre as vendas de diferentes perspectivas: dos clientes ou dos vendedores. Isto é, pode-se escolher qual deles acompanhar para entender a relação de cada um.

Assim, é possível analisar qual cliente compra melhor ou qual vendedor vende mais. É só fazer o cálculo do ticket médio por vendedor ou por cliente.

Caculo ticket médio

Índice de Churn Rate

Cálculo índice churn rate

Esse indicador avalia a quantidade de clientes que não voltam a comprar no estabelecimento. O cálculo é simples e se dá pela divisão dos clientes desistentes com o total de clientes ativos.

Com essa métrica, é possível ter mais clareza de quantos clientes a empresa está perdendo, se esse número vem aumentando e se é necessário tomar alguma medida.

Indicador de Market Share

Indicador market share

É essencial que a empresa saiba qual a sua fatia de vendas no mercado. Para esse cálculo, é preciso saber o volume de vendas total, da sua categoria e região.

Isso porque, o índice de Market Share é medido pelas vendas da sua empresa, dividido pela demanda total de vendas da sua região.

Ex.: Sua empresa vende 10 sapatos por dia, e, na sua região, pessoas compram 200 sapatos por dia. Desse modo, você tem 5% de porção do mercado.

Fique atento aos erros comuns ao escolher os Indicadores de Desempenho:

    ➡ calcular o que não é tão importante;

    ➡preferir pelos cálculos mais fáceis, apenas;

    ➡ medir tarefas ao invés de resultados.

E aí, já sabe quais KPIs você irá começar a calcular na sua empresa?

Acompanhe o melhor conteúdo sobre
gestão de Recursos Humanos!

Deixe seu e-mail e receba conteúdo para aumentar o seu desempenho na gestão de pessoas!

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário