Onboarding no RH: 5 estratégias para um processo eficaz de integração

Conheça 5 estratégias de onboarding para integrar seus novos contratados e reter seus principais talentos.

Onboarding Rh

O jargão gerencial "onboarding e suas estratégias" apareceram no cenário empresarial em meados de 1970 e, ainda hoje, continuando fazendo parte do arsenal de estratégias que fazem de uma organização bem-sucedida.

Google, Linkedin, Facebook e Apple são exemplos de grandes empresas que fazem uso do processo de onboarding para receber seus novos contratados.

E por que as organizações citadas investem no onboarding? Por compreenderem os benefícios da aplicação do método e a importância de acolher e encantar o colaborador logo em seu primeiro dia de trabalho.

O que é onboarding?

De maneira simples e direta, significa o processo de integração de um novo colaborador. Isto é, todas as estratégias aplicadas para incorporar o recém-contratado no dia a dia da empresa.

O processo de integração é o responsável por quebrar o gelo entre o colaborador e o novo ambiente de trabalho, transformando os receios do funcionário em sentimentos de confiança e bem-estar.

É preciso que o profissional recém-chegado seja integrado de maneira completa para que se torne, de fato, um colaborador do negócio.

Caso contrário, a relação empresa-funcionário terá apenas dois caminhos:

  • A quebra do contrato, causada pela saída do colaborador recém-incorporado.
  • A permanência de um colaborador desmotivado.

Temos certeza que esse não é o seu objetivo ao contratar um novo colaborador, certo? Portanto, se nenhuma das alternativas acima lhe parece aceitável, está na hora de colocar as estratégias de onboarding em prática. Afinal, são elas que evitarão os prejuízos causados pelas opções apresentadas.

Confira exemplos de estratégias de onboarding para você aplicar nos primeiros dias do novo membro em sua organização:

1.  Utilize o processo de onboarding no primeiro dia do novo contratado

Não há momento melhor para começar a pôr o processo de onboarding em prática do que no primeiro dia de trabalho do novo contratado. Pois é nesse momento que as expectativas do novo membro estão em alta e devem ser, cuidadosamente, consideradas.

Por isso, o primeiro contato do colaborador com a empresa deve ser planejado e, perfeitamente, executado. Lembre-se: você não quer que o seu novo investimento saia da sua empresa - no seu primeiro dia de trabalho - frustrado.

2.  Selecione um mentor para acompanhar o novo funcionário

Como falamos no primeiro tópico, o novo profissional é, também, um investimento. Por isso, a primeira impressão importa e deve ser levada a sério.

De outra forma, os custos de contratação e, pouco depois, demissão, não compensarão o capital investido. Por isso, para atender as expectativas, também citadas anteriormente, uma boa estratégia é selecionar um mentor para acompanhá-lo durante seus primeiros dias na organização.

Para esse acompanhamento, encarregue um membro do RH ou, até mesmo, um colaborador que veste a camisa da empresa e motive, por essa razão, o profissional.

3.  Desenvolva um pequeno manual para o colaborador

Crie um material didático com as tarefas que o contratado deverá realizar logo no seu primeiro dia de trabalho. Dessa forma, o colaborador não se sentirá desconfortável por não saber por onde começar.

Além disso, insira dicas úteis sobre a organização, setores e colaboradores. Assim, ele já poderá ir se familiarizando com o funcionamento do novo local de trabalho e poderá entrar no modo produtivo com maior facilidade.

4.  Apresente a cultura organizacional da empresa

Junto do manual, forneça um material que apresente ao colaborador a cultura organizacional da empresa. Missão, valores, metas e objetivos devem, também, ser incluídos, além - é claro - dos benefícios que a empresa culturalmente oferece aos seus funcionários.

Dessa maneira, desde o princípio, o colaborador se adapta e se molda conforme à cultura organizacional da instituição. Este material poderá ser, por exemplo, uma cartilha ou um vídeo.

Uma ideia interessante seria disponibilizar o manual e o material que apresentará sua cultura organizacional, junto a uma lembrança de boas vindas, como uma caneca com o logo da empresa.

5.  Apresente o recém-chegado a todos os colaboradores

Por último, apresente todos os colaboradores da empresa ao recém-chegado, pois tanto o novo integrante como a equipe precisam desse momento, afinal, terão que trabalhar, diariamente, juntos.

Apresente, inclusive, os executivos da sua empresa. Fazendo isso, a organização demonstra que se importa com o colaborador e que há um respeito mútuo entre todos.

Quem sabe, você mesmo não venha ser o mediador dessa apresentação? Com certeza, seu novo funcionário se sentirá importante, como, de fato, ele é.

Exemplos de estratégias de onboarding de grandes empresas

1.  Netflix

Onboarding netflix

Atualmente, a Netflix é a empresa de streaming mais famosa do mundo, a plataforma conta com mais de 154 milhões de membros, espalhados em mais de 190 países.

A plataforma de filmes e séries entende o sonho dos novos contratados de uma maneira diferente. A empresa não acredita que festas, pizza e sushi liberado é uma boa estratégia para receber os novos membros e, consequentemente, retê-los.

A Netflix aproveita o entusiasmo do recém-contratado pelo novo trabalho e oferece a oportunidade de elaborar metas ambiciosas logo no primeiro dia de trabalho, deixando que os membros percebam logo de cara que podem realizar um grande feito dentro da empresa.

2.  Twitter

Onboarding twitter

A rede social Twitter é composta por mais de cinco mil funcionários que prestam seus serviços em 35 escritórios ao redor do mundo.

Para receber seus novos contratados, a empresa criou um programa de onboarding chamado “Yes to Desk” que, literalmente, significa “sim para mesa”. Ou seja, a partir do momento em que o empregado diz “sim” para a oferta de emprego, as boas-vindas começam, seguindo até a “mesa” do novo membro.

Antes do novo integrante da equipe sentar em sua nova mesa, ele recebe o seu endereço de e-mail, uma camiseta e uma garrafa de vinho. Em seu primeiro dia, o funcionário também toma café da manhã com o CEO e, para completar a experiência, faz um tour pela empresa.

3.  Linkedin

Onboarding linkedin

Já a empresa Linkedin, a rede social dos profissionais, recebe o novato com um kit de boas-vindas, composto por itens específicos - geralmente de acordo com a personalidade e o cargo do novo membro - e a cópia do livro “Comece por você”, escrito pelo fundador Reid Hoffman.

Além disso, a mesa do funcionário recém integrado espera o membro repleta de cartões e faixas com a frase “You’re [In]”, que significa “Você está dentro”, jogo de palavras que faz referência ao logo da empresa.

Sabemos que neste exato momento você está de queixo caído, não é mesmo? E, antes que nos pergunte, essas estratégias simples fazem parte, mesmo, do processo de onboarding.

As estratégias apresentadas são utilizadas para um processo eficaz de integração e impactam, diretamente, na permanência a longo prazo do novo colaborador. Por isso, reúna - agora! - a gestão de pessoas da sua empresa e elabore um plano para colocar em prática as estratégias citadas.

Acompanhe o melhor conteúdo sobre
gestão de Recursos Humanos!

Deixe seu e-mail e receba conteúdo para aumentar o seu desempenho na gestão de pessoas!

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário