Por que utilizar a Contabilidade de Custos na empresa é fundamental?

A Contabilidade de Custos tem papel extremamente importante na gestão empresarial. Ela é responsável pelo controle das despesas, gerando informações para o processo decisório do gerente.

Contabilidade de custos empresa

A contabilidade de custos produz dados imprescindíveis para a administração de qualquer negócio, pois, a partir dela é possível tomar decisões diárias sem prejudicar a situação financeira da empresa.

É essencial analisar os dados contábeis mesmo em decisões mais simples, como dar um desconto para aquele cliente fiel, ou até em decisões mais complexas, como aderir novos benefícios corporativos, para ter certeza de que esse não é um gasto além do que a empresa pode arcar.

O que é Contabilidade de Custos

O objetivo da gestão de custos nas empresas é o registro contábil das operações empregadas no produto ou serviço que será oferecido ao cliente, determinando o seu valor final e qual será a média de venda necessária, para obtenção do lucro mínimo.

Qual a função da Contabilidade de Custos

A contabilidade, de modo geral, é extremamente importante para a empresa e, sem ela, não é possível manter o negócio em atividade. Desde a declaração patrimonial até o preço dos produtos, usa-se dos cálculos contábeis.

Desse modo, mesmo que na sua empresa tenha um contador responsável pelas declarações da receita, é imprescindível que haja um controle de custos para orientar nas decisões diárias.

Isto é, uma gestão empresarial de sucesso sempre deve se basear em dados, por isso necessita da contabilidade de custos.

Com ela será possível responder a perguntas importantes, como o que será preciso investir na produção de um produto ou serviço, por quanto ele deve ser vendido, qual será a meta mensal de venda e qual será o lucro alcançado. Além de auxiliar nas decisões de custos indiretos.

Podemos afirmar que, essa é a área que coleta, classifica e registra os dados operacionais da organização, e deve tratar de todos os gastos na produção de bens ou serviços, mesmo os indiretos. Pois, os dados gerados, servirão para o controle da situação atual da empresa e para o planejamento do futuro.

Quais os tipos de Custos

A contabilidade deve se ater aos custos diretos e indiretos em relação ao produto final. De modo que, abranja todos os gastos da empresa para a organização e planejamento da gestão.

Qual a diferença de cada custo?

Custos Diretos

Esse é aquele custo que tem uma relação direta com o produto, normalmente é o custo da matéria-prima ou da mão-de-obra. Isto é, quanto maior a produção, maior será o custo direto. Por isso, esses custos também podem ser chamados de “variáveis”.

Custos Indiretos

Esses são os outros custos necessários para manter a empresa e vender o produto, como funcionários, fornecedores, água, energia e outros gastos que sejam fixos.

Por que fazer a Gestão de Custos

  ➡  acompanhamento da evolução contábil do negócio;

  ➡  controle de produção e de estoque;

  ➡  conhecimento aprofundado da situação financeira e econômica da empresa;

  ➡  dados para análises, comparações, melhorias e reduções de gastos;

  ➡  informações para planejamento estratégico;

  ➡  alerta de momentos de crise.

Métodos de Custeio

Para fazer a contabilidade de custos, existem dois principais métodos: Custeio por Absorção e Custeio Baseado em Atividade ou do inglês ABC Activity Based Costing. Ambos são eficientes para mensurar os custos, desse modo, cada empresa pode escolher qual método se identifica mais.

O ABC é mais completo e melhor para a tomada de decisões, já o Custeio por Absorção é mais simples e fácil de aplicar, por esse motivo, é também o mais usado.

Custeio por Absorção

Nesse método, todos os custos, diretos ou indiretos, devem ser absorvidos, isto é, identificados e mensurados, para depois, serem rateados no custo dos produtos ou serviços. Encontrando assim, o CPP (Custo de Produção do Período), para analisar e planejar as vendas.

Custeio Baseado em Atividade - ABC

Esse método é mais complexo, pois além dos custos diretos e indiretos, deve se contabilizar, também, as despesas em todas as atividades realizadas que geraram algum custo. Contudo, é mais completo e gera dados mais reais da situação financeira da empresa.

Como fazer na sua empresa

Se a sua empresa ainda não faz a contabilidade de custos, essa tarefa pode ser um pouco complicada no começo, por isso, preparamos dicas valiosas para você começar o controle de custos da sua organização. Como o método ABC é um pouco mais complexo de aplicar, sugerimos que comece com o Custeio por Absorção.

Identifique e separe os custos

É necessário que se faça um levantamento de todos os custos gerados pela empresa: os diretos e indiretos, para que os dados sejam legíveis e verdadeiros. Mensure todos os gastos juntos, mas tenha a divisão dos custos diretos e dos indiretos, para ratear os produtos e fazer análises posteriores.

Compare os custos diretos com os preços de venda

Nessa fase, é preciso analisar se os custos diretos e os preços de venda estão equilibrados. Para isso, os preços precisam estar maiores que os custos, indicando que as despesas da produção de um produto ou de um serviço está sendo paga pelo seu preço.

Além disso, é importante verificar se há uma boa margem de contribuição, isto é, se os preços de venda estão gerando lucros suficientes para arcar com os custos indiretos.

Faça o rateio dos custos indiretos

Depois de saber qual a sua margem de contribuição, deve-se ratear os custos indiretos ou fixos, e assim, determinar de onde será feita a retirada financeira para pagá-los.

Com essa análise, é possível verificar se os gastos estão de acordo com a situação de venda da empresa e, se necessário, intervir com cortes e reajustes.

Ponto de Equilíbrio

Com os dados da margem de contribuição e do rateio dos custos indiretos é possível mensurar qual deve ser a quantidade de produtos e serviços comercializados. Isto é, qual será a meta ou objetivo de venda da empresa, para manter a estabilidade financeira e continuar evoluindo.

A importância da contabilidade de custos

A gestão de custos pode ser a responsável pelo sucesso de qualquer empresa, e, no entanto, não utilizá-la, fazendo o gerente trabalhar “às cegas”, pode ser o fracasso.

Por essa razão, independente se você tem uma micro ou grande empresa, saiba que essa contabilidade é essencial para o seu negócio. Desse modo, mensure os dados com a maior frequência possível e mantenha-se informado para tomar decisões lucrativas.

Acompanhe o melhor conteúdo sobre
gestão de Recursos Humanos!

Deixe seu e-mail e receba conteúdo para aumentar o seu desempenho na gestão de pessoas!

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário